sábado, 31 de outubro de 2009

Elos


Elos são...
pessoas entrelaçadas...
nosso eu se comunicando...
da forma espiritual...
moram no nosso coração...
escolhidas por varias vidas.
Encontramos pessoas...
que nos fazem sentir...
felizes alegres...
num só olhar...
correntes de amizade.
Segurança...
nos elos do...
amor infinito.
[Autora:Rufina Lima Mesquita]

35 comentários:

*Lisa_B* disse...

Amiga:-)
lindo texto este seu como muitos...são os elos que nos poermitem ter força de continuar a viver na adversidade.
Beijinhos com carinho

Anônimo disse...

Oi amiga . Estou adorando o seu blog. Amizade ; posso dizer que é o que sinto por voce. BOTA AMIZADE NISSO! Lindo...lindo...lindo... Helena.

walter disse...

Tudo está ligado - seres vivos ou não... numa cadeia sucessiva de elos que se inter-ligam uns nos outros e que convencionámos chamar de UNIVERSO...

Bom-fim-de-semana
Beijos
Walter

PCR disse...

Como é bom sentir essa segurança...

obrigada pela visita!

beijo

Sofia Carvalho disse...

Boa noite querida! Reparei agora que somos do mesmo signo, dai essa vontade louca de viver, de sentir, de conhecer...às vezes também vem o contrário, uma vontade inexplicável de desligar das coisas, de deixar de sentir(pelo menos comigo), mas depressa e bem depressa nos levantamos e seguimos em frente, não é assim?! Os teus poemas saõ sempre lindos de se lêr. Beijinhos e boa semana

Agulheta disse...

OláRufina! Sim eu sinto bastante as tuas palavras aqui escritas, e penso que nada é por acaso na vida de todos nós.
Beijinho e boa noite.
Lisa

Eliane disse...

Querida amiga!
Lindas palavras e verdadeiras!
Nossos elos já vem de outras vidas...
Beijinhos com muito carinho!

Mariana disse...

O nome do teu blog é um convite para a visita.
E as tuas poesias chamam para voltar sempre.
Lindo , fantástico o teu espaço.
Fiquei encantada diante de tanta alegria e paz.
Tenhas uma semana linda e iluminada por Deus.

Ricardo Calmon disse...

Bela cronica de tributo à vida !Lindô!

Amaria se vc acessasse meu último post e lesse no comenário de Ana Lucia Porto,o endereço do Blog do Mensageiro ,que editou um lindo post a mim dedicado!

Obrigado!

Viva A Vida!

Canduxa disse...

Querida Amiga

É verdade, querida amiga, estamos ligados por elos a pessoas e a nós próprios.
Termos consciência de que não vivemos isolados e esses elos existem para nos unir é maravilhoso.
Eu sei que tens essa certeza e por isso sentes segurança no amor infinito, tal como descreves neste lindo poema.

Meu beijinho de luz

Eliane disse...

Amiga querida!
Tem selinho,meme e sorteio pra você!
Beijinhos!

*Adriana* disse...

Bom dia, Rufina!

És sensível e talentosa, mas existe em ti um quê a mais que a diferencia e me encanta. Me faz querer sempre voltar e saber de ti, de teu blog. Existe entre nós esse elo de amizade natural. Não precisamos nos conhecer para nos entendermos, aceitarmos e nos fazer sentir essa "corrente de amizade".
Querida amiga virtual e de alma, te desejo uma ótima semana.
Abraços
Adriana

Maria José disse...

Rufina querida. Que poema lindo. Estes elos são de muitas vidas. O elo que me prende à minha filha Marcela, ainda nos une, eu aqui, ela no Plano Espiritual. É um elo de amor eterno, de amor espiritual. É algo tão grande, que não consigo expressar por palavras. Lindo texto. Obrigada por compartilhar conosco coisas tão preciosas. Beijos, amiga e que tenha uma ótima semana.

Lú Silva disse...

Que linda esta mensagem!!!!
Eles entrelaçam o sentimento mais lindo do mundo!!!!! O Amorrrr


Grande Bjos

AFRICA EM POESIA disse...

RUFINA


os elos são mesmo elos...
beijos





REFÚGIO


O meu refúgio
É algo meu...
É o meu recanto
É para me esconder...
E para o viver...
E é meu...

Não o quero partilher...
Porque o meu refúgio...
É onde me escondo...
Onde sonho...
Onde me tento encontrar...

Onde sou feliz...
E... é o meu lugar
Que é algo meu...
E que não partilharei...
Porque é só meu...
Porque é lá que sonho
Que sofro, rio e choro...
Mas que não partilho com ninguém...
Porque... é só meu!...

LILI LARANJO

*Lisa_B* disse...

Amiga,
passei por aqui para dizer olá tudo bem :-) por vezes sinto esta necessidade de saber que as amigas estão bem só isso sem ter muito para conversar mas tendo o cuidado de perguntar se estão bem e rezando para que estejam...
Beijinhos meus com carinho

Carolina Arêas disse...

É isto que eu chamo de afinidade e que muitas vezes a gente identifica em questões de segundos, não é mesmo?

Beijos!

O Profeta disse...

Frias pedras, negro basalto
Sentinelas do receio à tempestade
Testemunhas da viajem do tempo
Cobertas de sal, guardiãs da verdade

Mas, não há duas reais verdades
Não há rios que correm para o alto
Não há amor num coração que mente
Não há ternura sem viver o momento


Vem viver a minha cidade inventada


Doce beijo

Maria José disse...

Olá Rufina. Passei aqui para te deixar um beijo.

Eliane disse...

Tem outro selinho amiga!
Beijinhos!

Eli. disse...

Oi! Amiga,
Um abração pra vc!
Seu cantinho é demais tbm!
Bjsss

BC disse...

Um texto repleto de magia e de pureza, é mesmo assim Canduxa.
Beijinhos
Isabel

Silvana Nunes .'. disse...

BOM DIA.
Em primeiro lugar gostaria de agradecer o carinho de suas palavras para com o meu trabalho, trabalho este que faço com muito carinho e dedicação para vocês, embora muitos e muitos problemas estejam por trás. O seu cantinho também é genial, adorei.
Se nome me lembra o de um grande antropólogo, escritor e contador de causos chamado Joel Rufino. Amo a sua literatura.
Contar histórias é um exercício fantástico, eu faço isso naturalmente. Na verdade todos nós temos um pouco de contador...
Bem, hoje a minha história para vocês é de DOM SEBASTIÃO - uma das minhas preferidas, espero que aprecie.
Volte outras vezes,
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Beijo grande.
Que a PAZ e o BEM esteja sempre com você.
Saudações Florestais !

Mariana disse...

Desejo-te um lindo fim de semana.
beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Vim responder e agradecer a visita.
Esta semana foi dificil.
Ser professor nesta altura é muito difícil.

Um beijo e o meu baú



O MEU BAÚ...


Meu baú encantado...
Meu baú bem fechado...
Meu baú que ficou lá...
Mas que eu o imagino cá...
.........
No meu baú...
............
Os meus sonhos...
As minhas vestes...
Os meus brincos...
Os meus laçarotes...
As minhas bonecas...
...........
No meu baú...
.........
Os meus beijos...
Os meus desgostos...
As minhas loucuras...
.......
No meu baú...
.......
Fechado a sete chaves...
Eu olho para longe...
E sei que o meu baú...
É também igual...
A uma caixinha de Pandora...
...

E nada mais...
E não o abro...
Porque quero que o sonho...
Continue...
Perdure para sempre...
E nunca se desfaça...

LILI LARANJO

Maria José disse...

Passei aqui para me energizar com uma boa leitura e desejar-lhe um ótimo final de semana. Beijos.

Naty e Carlos disse...

Adorei passar por aqui.
bom fim de semana
bjs

Padma Shanti disse...

Bom dia!
Tem selinhos pra vc em meu blog, beijos no seu doce coração...

Padma Shanti disse...

Bom dia!
Tem selinhos pra vc em meu blog, beijos no seu doce coração...

Maria José disse...

Rufina. Há dois selinhos de presente para você em meu blog. Venha pegá-los. Passo-os com muito carinho a você.

AFRICA EM POESIA disse...

Rufina


Vamos com o pensamento para onde queremos.
É nosso ...
é livre,
é importante
que o saibamos Aproveitar e tiremos partido dele
Um beijo

VOA PENSAMENTO


Corro o mundo
O meu pensamento voa...
Voa rapidamente...
E foge-me entre os dedos...

Eu tento agarrar...
Abro as mãos...
Mas não consigo...
E deixo-o ir...

Como é bom fugir...
Como é bom voar...
E tu pensamento...
lá vais mundo fora...

Mas como tudo na vida...
Vais e voltas...
E eu aqui, espero-te...
E quando vieres...
Com as minhas mãos...
Vou agarrar o sonho...
Que vem dentro de ti!...

LILI LARANJO

Nely disse...

Elos do amor de Deus que não conhecem fronteiras nem oceanos.
Muito bonito amiga, amei.
Obrigado pela sua presença.
Beijo e abraço forte.

Ricardo Calmon disse...

Olá amada amiga e poeta nossa Rufina:Amei tulipas essas em digitos formas,por vc sussurradas,no poético contexto!
Voce,nos ensina sim a viver e amar!@

Viva a VIda!

PAZ E BEM!

Silvia disse...

Oi, Rufina
muitas vezes os elos estão distantes, mas unidos pelos bons sentimentos.
Abraço
Silvia

Anônimo disse...

Por que nao:)