sábado, 6 de outubro de 2012

Retorno


Viemos aprender,
tudo de novo,
vivendo mais uma vez.
Preenchendo o
vazio interno
de experiências.
Á vida retornamos
com esperança.
Inconscientemente
fazemos os deveres
dos quais nem 
lembramos,
foi um compromisso
de coração.
Viver é aprender,
colando na alma,
o desejo faminto do saber.

[Autora; Rufina Lima Mesquita]

18 comentários:

. intemporal . disse...

.

.

. um.poema que ascende à mimese do conhecimento .

.

. um poema que saúda o re.torno . dentro do nosso.tempo . ainda .

.

. e eu ? . eu saúdo.A . também .

.

. um bom.domingo .

.

. um beijo meu . sempre . imens.íssimo .

.

.

manuela baptista disse...

um compromisso de coração

é o sentimento mais bonito onde apetece sempre retornar


um beijo, Rufina

O Profeta disse...


Este pensador, viajeiro entre Sois
Esta Ave pousada em mil embarcações
Esbarco que passa sem vela ou remo
Esta arca repleta de vibrantes emoções

Esta mestiça flor de açafrão
Este ramo de espinhos cravados na mão
Esta alma que não ousa largar opinião
Este homem vestido de solidão

Bom domingo

Doce beijo

Lilá(s) disse...

Retorno em beleza! gostei.
Beijinhos

Eliane disse...

Querida amiga e irmã!
Lindo,amei!
Tomara que consigamos aprender as experiências sem precisar repetir sempre as mesmas.Que saibamos tirar delas a sabedoria para uma próxima vida.
Belíssima imagem do template.
Beijinhos com muito carinho!

Fernando disse...

"Viver é aprender,
colando na alma,
o desejo faminto do saber"

muito bonito, Fina!

só hoje me dei conto do seu novo espaço... espero ver lá, belas fotos da sua terra, ok?:)

beijos e abraços a toda a família

Fernando

Ricardo Miñana disse...

Un poema lleno de belleza, un placer.
que tengas un buen fin de semana.
recibe un abrazo.

BRANCAMAR disse...

Belíssima esta rosa e como adoro rosas de todas as cores, tenho gostado de passar por aqui algumas vezes só para ver esta e para aprender. Creio que é com a natureza que mais se aprende.

Beijos Rufina.

BRANCAMAR disse...

Muito bela esta rosa e eu adoro-as de todas as cores, por isso tenho passado e aprendido.
Creio que é com a natureza que mais se aprende.

Beijinhos, Rufina.

Maria Rodrigues disse...

Um retorno de encantar, lindo poema.
Bom domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindos seus poemas.Adorei seu blog.E se me der sua licença,por aquí irei ficar!

Abraços.

Carmen Lúcia.

. intemporal . disse...

.

.

. passo e re.passo . e deixo.Lhe um outro beijo . sendo porém . o de sempre . de amizade tanta .

.

.

AFRICA EM POESIA disse...

é sempre bom o retorno.
Um beijinho e
Já falei com a mana ela vai enviar os dedais pelo correio..

obrigada

manuela baptista disse...

um beijinho de bom domingo!

O Profeta disse...

Se o mar adormecer em desvario
As ondas não mais se formarem
Se as gaivotas se perderem do ninho
As árvores mais altas tombarem

Se o dia não encontrar a manhã
As nuvens deixarem de chorar água pura
Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
As tuas palavras deixarem de ser raiva dura


Boa semana


Doce beijo

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga passei para desejar um bom fim de semana e deixar um beijinho.
Maria

Nana disse...

Oi Rufina,

Lindo poema! Vivendo e aprendendo sempre. Que bom que está de volta.
abçs

Adriana

Nana disse...

Boa tarde poetisa,

Estava aqui navegando pela net e vi que ficará ausente por algum tempo. Tenho em meu blog, (estou ausente do meu por ora), dois poemas seus que não me canso nunca de ler: O VENTO E A VOLTA.
Desejo-lhe boa sorte nas mudanças que precisa fazer, que o vento lhe traga boas energias e fico no aguardo de sua volta ao círculo de amigos virtuais.

Abçs de alguém que te respeita
Adriana