domingo, 22 de janeiro de 2012

O olhar

Eu olho
Eu vejo
Tento
quero ver.
Quanta coisa diz
num olhar.
Gosto
janelas da alma
profundo e leve
sustento o olhar
quanta coisa eu vejo.
Direto nos olhos
e vejo um olhar
de candura.
Transparece bondade
o olhar sincero.
Vou encarar
seu olhar.

[Autora: Rufina Lima Mesquita]

26 comentários:

Eliane disse...

Querida amiga irmã!
Lindo!
Os olhos são realmente as janelas da alma e através deles podemos conhecer as pessoas.
Com carinho!

BRANCAMAR disse...

Querida Rufina,

Mas que sintonia a nossa!
Acabei de publicar um poema com o título "O teu olhar", que fala de um olhar de mãe, de repente olho a minha barra lateral e vejo o teu também acabadinho de publicar.
É assim, há olhares imensos e sempre o olhar é a janela da alma, se o soubermos ler raramente nos engana. Como escreves: "Quanta coisa diz num olhar" e é verdade que um olhar sincero transparece bondade.

É tão bom estar a falar com alguém cujo olhar é como se fosse um rio onde nos sentimos reflectidos, é esse olhar de candura de que falas.

Beijinhos
Branca

Canduxa disse...

Um olhar sincero transmite sempre o que sente a alma.
Um olhar vale mais que mil palavras.


um grande beijinho com muita luz

Maria José Rezende disse...

Olá amiga. Os olhos refletem a alma. São mais sinceros que as palavras. Beijos.

EVELIZE SALGADO disse...

Os olhos falam e compreendem...
Muita luz em nossos olhares!!!!

Agulheta disse...

Amiga Rufina. Os olhares quando se cruzam sabemos se eles são verdadeiros e nos levam a alma.Sim, porque um olhar de amor e paz vem da alma de cada um.
Beijinho

walter disse...

...por isso este meu sentimento de amizade sincera por você se mantém, a verdadeira personalidade de cada um, revela-se num simples olhar.

e quando é que nos voltamos a olhar olho no olho?
tô com saudade meu bem! rsrsrs

beijos e abraços, para você, para o maridão e filhote...

ah e também para a "secretária", esqueci dela não... e daquele picadinho que ela me fazia ainda menos, até me está a crescer água na boca...rsrsrsrs

eita família liiiiiinda!

Fernando

manuela baptista disse...

o olhar dos outros reflecte-nos

manso o seu, Rufina!

um beijo

manuela

Maria José Rezende disse...

Olá. Abri um novo blog de pensamentos curtinhos. Passe por lá e se gostar, fique mais um tempinho. WWW.mimosdoarca.blogspot.com. Beijos.

Maíra Cunha disse...

Lindo poema *-*
estou seguindo, ficarei grata com sua visita e siga se gostar:
http://fazdecontatxt.blogspot.com

Del Rodrigues disse...

Olá ,sou professora,conheci seu blog através de uma amiga, gostaria de fazer um pedido para que me ajude indo no link abaixo e deixando um recadinho.Estou concorrendo com o meu texto:"Transformando um Sonho em Realidade" no concurso Educação Nota 10 do Globo.
A seleção acontecerá agora no dia 30/01/2012.
Por favor, visite o link e deixe um comentário por lá.
Será que vc pode me dar uma força?
Conto com a sua ajuda!
Qualquer problema, postei também o link no post do meu blog, é só ir lá e clicar (http://ler-com-prazer.blogspot.com).
Obrigada!Paz e Luz!
Esse é o link:
http://www.educacao10.syncmobile.com.br/?p=576

BRANCAMAR disse...

Rufina,

Gostei desta nova fotografia de entrada. Faz-me lembrar alguns aspectos do Norte de Portugal. Será?

Bom fim de semana.

Beijinhos
Branca

. intemporal . disse...

.

.

. entro . e olho . e pasmo . a entrada está sublime . o verde verdejante e fulgente . quase pueril .

.

. um bom fim.de.semana .

.

. um beijo meu .

.

.

Maria disse...

Minha amiga os olhos são o espelho da alma. Hoje venho especialmente para agradecer o seu carinho neste momento tão dificil da minha vida.
Os AMIGOS são anjos, que nos iluminam com a sua luz ajudando-nos a encontrar o caminho no meio da escuridão.
Muito obrigado pela sua amizade.
Um beijo
Maria

AFRICA EM POESIA disse...

Rufina

beijos e poesia,esta hoje é mesmo para mim...

Lareira



Lareira acesa...
Lareira quente...
Vermelha muito vermelha...
Cheia de cores...
Que aquecem...
E me deixam encostar...
O meu rosto ao teu...
E dizer-te baixinho...
Fica aqui...
E deixa-me ficar...
Sempre assim!...

LILI LARANJO

Multiolhares disse...

o olhar tanto nos diz tanto nos conta é como uma janela indiscreta quando olhamos directamente
bjs

ONG ALERTA disse...

As oportunidades da vida...beijo Lisette.

Anônimo disse...

Olá amiga poetisa,

Lindos versos sobre o olhar. Você é uma pessoa boa e enxerga bondade.

Rufina, a nova imagem me passou uma idéia de solidão... Uma árvore sozinha diante de um riacho... às vezes precisamos do silêncio para ouvirmos o que se passa dentro de nós. Tenho andado assim ultimamente, mas não sinto tristeza, sinto calmaria.

grande beijo e tudo de bom.
Adriana

Lilá(s) disse...

Tanto que um olhar tem para dizer...
Lindo poema!
Bjs

AC disse...

Olhar o mundo com o coração nas mãos é uma virtude de poucos.

Bj

Maria disse...

Minha amiga passei para desejar um Bom restinho de domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

BRANCAMAR disse...

Trago beijinhos e um olhar que ontem se encantou com umas fotografias do Douro e se lembrou de ti.

Beijos
Branca

Eli disse...

Poxa amiga,
teu blog está tão lindo!
Com seus belos textos...
Um abração para ti!
Bjs

ONG ALERTA disse...

Beijosssss Lisette.

Adriana disse...

Bom dia amiga poetisa,

obrigada pelo carinho e pela visita.

Sabe, lucidez e sensatez não são qualidades que me definem, na verdade elas ocorrem em minha vida com a mesma frequência do Natal. Naquele domingo que escrevi sensatez foi mais um daqueles em que fiquei ansiosa, preocupada, com medo, com desejo de proteger àqueles que amo e sentimento de impotência. Minha única saída era me calar e esperar. Assim o fiz. No final do dia percebi que agi da maneira certa quando tudo se resolveu da melhor forma possível.

Por falar em silêncios e esperas, agora vou esperar que o carnaval acabe logo. Sou brasileira mas não gosto de carnaval, estranho não?

abçs e bom descanso ou bom carnaval se tiveres samba nos pés!

bjs
Adriana

Marian disse...

Que hermosa reflexión. ¡ Enhorabuena!
Encantada de conocerle.
Dios le bendiga.