quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Vazio


Existe um vazio...
dentro de mim...
um vazio sem...
explicação ou forma.
Ele toma conta...
preciso ajudar...
o que colocar...
nesse vazio.
Parece que sempre...
está faltando algo...
ele existe...
meu vazio...
não é triste...
procuro um anjo...
que possa preenche-lo.
Ou conectar com...
meu EU perfeito.
Ainda encho meu vazio...
e vou dançar.

[Autora: Rufina Lima Mesquita]

30 comentários:

Telmo disse...

Olá, obrigado pela sua visita, também adorei o seu poema, ele tocou-me dentro pois sei que é sentir esse vazio, mas significa que sentimos e que estamos vivos, encontrar esse alguem não é fácil mas existe sempre alguem que preenche esse nosso vazio, beijos, bom final de semana.

*Adriana disse...

Querida Rufina,

Desconfio que todos nós, seres humanos, em algum momento da vida nos deparamos com esse vazio.
Adorei saber o que fará ao encher seu vazio....rs, irás dançar!!

Parabéns pelo poema, linda poetisa.

bjs e tudo de bom

da amiga
Adriana

Sofia Carvalho disse...

Alegria de viver, esse vazio que sentes, que todos sentimos, só significa que estamos VIVAS, amiga! Beijos e bom fim de semana:)

PCR disse...

Que o anjo possa ajudar a preencher esse vazio, a se reencontrar a si mesma...

Como sempre: um belo poema...

beijos

M. Lourdes disse...

Amiga Rufina
Há momentos assim nas nossas vidas. Mas é a esperança de ultrapassar e preencher esse vazio que nos ajuda a procurar quem o faça. E quem sabe,... talvez dançar.
Beijinhos
Lourdes

Isabel José António disse...

Querida Amiga Rufina,

Lindo o poema que serviu para efectuar este post. Parabéns pelo bom gosto.

Ouve-te no mais profundo do Ser
Não deixes vencer o desespero
Abre bem os olhos se queres Ver
Para Seres não basta ter esmero

Liga-te a tudo o que existe e É
À mais ínfima partícula do mundo
À galáxia bela e tão distante
Somos todos UM SÓ lá bem no fundo

Somos gotas de água neste oceano
Pós pairando no imenso firmamento
Sai dessa ilusão e afasta o pano
Tu e a Vida são o mesmo portento

Quem se sente sem eira nem beira
É mesmo só teu ego que é usurpador
Quer passar sempre a fronteira
Fazendo-se passar pelo Eu do Amor

Um grande abraço

José António

walter disse...

Pronto, cheguei... para preencher um pouco esse vazio.

A menina dança comigo...?

Voltei na hora certa, a orquestra pode começar!

Nã nã nã nã nã...nã nã, nã nã... linda valsa!

Lindíssimo poema amiga!

brijo enorme

Agulheta disse...

Querida Rufina.Todos nós em alguns momentos sentimos vazio,de coisas sem explicação,do amor e dum sorriso,mas devemos tentar preencher o mesmo,soltando o tal sorriso,do outro lado,alguém o apanha com a mão...ou então como diz dançar! O melhor para qualquer vazio,para mim é relaxante.
Beijinho bfs Lisa

Eliane disse...

Amiga querida!
Que você dance divinamente com seu anjo quando o encontrares e ele preencher este vazio!Feche os olhos e comece a imaginar isso acontecendo,tornando-se real!
Beijinhos dançantes e carinhosos!

*Adriana disse...

Boa noite amiga,

Tem um selo no meu blog para ti. Dá uma passadinha lá, assim que puder, ok?


bjs
Adriana

Canduxa disse...

Rufina,

é preciso criar um vazio na nossa vida para que algo de novo chegue.
Está no caminho certo!
Abra o seu coração e sinta-se merecedora de receber esse anjo que não tarda em chegar.
É assim que nos vamos tornando mais conscientes, minha querida amiga.

beijinhos de luz

CarlaSofia disse...

Não se preocupe muito com esse vazio, pois ele é potencialidade. Só do vazio poderá surgir algo novo.
Beijinhos*
~universosquestionáveis~

FlorAlpina disse...

Que eu possa encher um pouco desse vazio, com uma cheia de amizade...

Bjs dos Alpes, com votos de bom fim-de-semana...

*Adriana disse...

Onde estás???

Te espero no meu blog....sniff

bjs
Adriana

*Adriana disse...

Onde estás???

Te espero no meu blog....sniff

bjs
Adriana

Multiolhares disse...

Não é fácil preencher esse vazio, mas o teu anjo pode ajudar a encontrares dentro de ti esse vazio iluminador
beijitos

AFRICA EM POESIA disse...

Rufina


Gostei do teu vazio


A Mãe natureza tem a força toda...

O dia hoje foi de Aflicção total...
Agora a chuva parou...
Beijos

Silvana Nunes .'. disse...

BOM DIA.
Desculpe a demora em responder, mas estou com meus filhos e genro aqui em casa desde terça-feira e tenho de entrar na fila para usar o computador (rs). Logo voltarei com mais calma.
Obrigada pela visita.Eles vão embora amanhã cedinho e a minha filha está querendo sentar aqui para digitar uma prova.
Beijo grande.

Maria José disse...

Rufina, minha querida amiga do coração. Adoro seus poemas. Todos nós temos momentos de vazio, lacunas difíceis às vezes de serem preenchidas. Encha o seu vazio, amiga e vá dançar. Dance muito, pois isto libera todas as más sensações da vida. Um grande beijo e tenha uma linda semana.

Carolina Arêas disse...

O que houve, Rufina??!!

Serve um abraço?

Tatiana disse...

O vazio quando nos preenche a alma é a saudade gritante!
Agradeço de coração a sua presença em palavras no meu blog.
Um beijo carinhoso

Sandra Rossi disse...

Olá honey,

estamos sempre em busca de algo para preencher nossos vazios...
então deixo aqui contigo meu carinho e afeto.

BJuS e fique com Deus!

Silvana Nunes .'. disse...

Gosto de suas poesias.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um bom dia para você.
Saudações Florestais !

AFRICA EM POESIA disse...

50.000 Visitas
obrigada por estares comigo
deixo um beijinho



ACONCHEGO




Poesia...
Tantas vezes...
Tão pequenina...
E que tanto...
Encerra...

...

Hoje...

...

Sem nada escrever...
Apenas a pensar...
Sinto que...
Apenas a poesia...
É o meu aconchego...

LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

Queria Rufina
Um beijo
Obrigada por gostares da poesia.
Adorei o teu...VAZIO

AS MÃOS


Vejo...
A minha mão pequena...
Com cinco dedos...
Pequenitos...
Mas muito úteis...
Olho para eles...
Todos diferentes...
Mas tão iguais...
Grandes...
Médios...
E pequenos...
E aqui...
A beleza...
Da vida...
E eu sinto...
Que nesta diferença...
É que está a união...

LILI LARANJO

Carolina Arêas disse...

Volta, Rufina!! : (

*Lisa_B* disse...

Amiga linda,
espero que o vazio se preencha rapidamente e possa sair por aí dançando na vida com toda a alegria de viver.

Beijinhos nossos com carinho

Lilá(s) disse...

Olá
Passei por caso e fiquei encantada com os poemas e imagens!
Voltarei.
Bjs

EVELIZE SALGADO disse...

O barro dá apoio à estrutura, mas é o espaço vazio no meio que torna útil a vasilha. Um bom violino ou uma boa cítara são feitos de madeira de lei trabalhada por artesãos dotados de uma grande habilidade e experiência, mas é o espaço vazio envolvido pela madeira que permite que as cordas vibrem e dêem o som. A forma é inconcebível sem o vazio. Ela precisa envolver o vazio do mesmo modo que precisa ser envolvida por ele. Assim, tudo nasce do vazio e a ele retorna.
"Paula Horan"
bjsssssssssssssss

Hana disse...

Hoje sobrou um tempinho vim te ler, sonhar viajar aqui.Parabéns! lindo post.
com carinho
Hana